Que sou eu?

Esse senhor aguardava a noite, uma marmita sentado no chão, no Glicério, distribuída por uma ONG local. Inicialmente se demonstra irritado, ao ponto de cerrar o punho e nos ameaçar, mas logo se esquece desse movimento e se deixa fotografar como se nada estivesse ocorrendo.

0 votos

Categoria Gente
Tipo Obra Única