Herói Urbano

Já tinha algum tempo que esse rapaz estava em condição de rua, esse registro é de 2015, depois dessa foto o vi mais uma vez apenas. As pessoas diziam que ele parecia um personagem, por se vestir assim, o adjetivo “doidim” era bastante usado. Ele não se encaixa dentro do que as pessoas consideram normalidade, mas o que é normalidade quando alguns tem tanto e são aplaudidos por isso, sendo que jamais vão conseguir usar tudo que acumularam. Para mim essa imagem é um paradoxo, e serve para lembrar que escolhemos nossa normalidade, e nossa loucura. [...] a civilização escolhe quem vai ser gente, copo plástico jogado na calçada, barulho de descarga, o amor há de nos crucificar. (Trecho poemas Rua 5, Ediney Santana)

7 votos

Categoria Questões Sociais
Tipo Obra Única