Estado das Coisas

Estado das Coisas explora a degradação causada pelo abandono. Muros e paredes pintados, repintados e abandonados às intempéries representavam, ao meu ver, o estado de degradação que se encontrava meu país. O encerramento dos patrocínios privados e governamentais causados pela extinção do Ministério da Cultura e o fechamento de empresas e revistas nos quais eu trabalhava levaram a fechar meu estúdio. Sem trabalho passei a vagar pela cidade fotografando com minha câmera de grande formato sua lenta degeneração. Este ensaio foi realizado entre 1990 e 1992 e considerando às circunstancias em que se encontra o pais atualmente, acho pertinente retomar esta questão. Série Estado Das Coisas 15 imagens 110x130cm Fotografia analógica em cromos 4x5 revertidos em negativo por cross processing (E-6 no C-41) Digitalizado em 5300 DPI no scanner Cezanne Elite (fluid mounting)

2 votos

Categoria Ensaio/Story
Tipo Múltiplos